quarta-feira, dezembro 20, 2006

É definitivo

Quando era pequeno o mundo era de uma simplicidade fabulosa, uma vez que era extraordinariamente fácil de dividir.
Havia os bons e os maus, os ricos e os pobres, os índios e os cowboys, aqueles em quem arriava porrada e aqueles de quem levava, etc.
Mais tarde as coisas começaram a complicar-se: rapazes e raparigas, carros e motas, futebol e escutismo, cursos e formações, opções, opções e mais opções que formaram uma espiral interminável e que pareciam ter tornado esta vida numa coisa tão difícil de gerir como qualquer um dos doze trabalhos de Hércules.
No meio desta confusão toda apercebi-me que a chegada da prole me possibilitou um "back to basics".
De repente voltou a ser fácil dividir este mundo e apercebo-me que a única, a verdadeira, a derradeira e inquestionável divisão é: pessoas que têm filhos e pessoas que não têm.
Esta imagem tornou-se clara quando chego 45 minutos atrasado a um compromisso onde levo as duas crianças (o que é quase um record) e vejo a reacção das pessoas:
- umas olham naquele estilo como é que é possível chegarem tão tarde e ainda por cima virem a sorrir?
- outras sorriem com genuína cumplicidade naquele jeito "sei-bem-o-que-isso-é".

A revelação desta imagem surge ainda de forma mais avassaladora quando a entrada em cena é feita desta maneira:
- Boa noite, boa noite, beijinho, beijinho, onde é que eu posso ir mudar a fralda? É que se a Al-Qaeda descobre a fórmula química que aqui vai desconfio que a expressão "guerra química" vá ganhar todo um novo significado!

Acho que não contribuí para o aumento da taxa de natalidade neste país...

5 Comments:

Blogger kitty said...

Não concordo com a tua última frase! Cada vez que leio o que escreves fico ainda com mais vontade de ter filhos!
:)
Bjs

20/12/06 22:16  
Blogger MeninaDoMar said...

Não te preocupes...não me consegues influenciar eheheh :)

20/12/06 23:39  
Blogger Patrícia said...

Passei para vos deixar os votos de Feliz Natal cheio de coisas boas!!

Beijinhos

21/12/06 17:51  
Blogger Sara a Princesa said...

OLá amiguinho...

Esta msg não é para aqueles de quem me lembrei, mas para akeles k pretendo nunca eskecer! Um super Natal cheio de paz e muita saúde!

Só passei para desejar um Feliz Natal e um óptimo 2007!

Tudo de bom...


Beijinhos

22/12/06 14:20  
Blogger Cláudia said...

É muito pior entre mulheres aos 33 anos com filhos e sem filhos.
Não compreendem o nosso atraso, os nossos olhos cansados, o nosso esquecimento e pioram-nos a vida SÓ porque temos filhos e elas não sabem o que isso é...
Sou professora. Conheces com certeza a imagem das profesoras sózinhas, gordas, que passam dias na escola, chatas, com a casa cheia de gatos e sem filhos...

3/1/07 12:03  

Enviar um comentário

<< Home