quinta-feira, fevereiro 08, 2007

Como na tropa

Esta tarefa de ser pai é tremendamente desgastante.
Compensador também. Muito compensador, mesmo.
Mas o desgaste inerente à coisa é brutal. Quer seja de ordem física ou mesmo psicológica.
A atenção constante, o desafio que cada dia traz é sempre algo que deixa marcas quando esse dia acaba.
E há dias em que eu (que por um incrível golpe de sorte nem fui à tropa) me sinto um autêntico Marine...
Há dias atrás a pequenita decidiu andar a brincar com um relógio despertador que comprámos no Verão no Imaginarium. É um daqueles despertadores de desenho antigo com um som capaz de acordar um grandessíssimo dorminhoco.
Pedi-lhe para ela ir arrumar o relógio, pois o risco de o deixar cair era grande. Ela assim fez.
No final do dia lá fomos para a cama, a fim de termos o "descanso dos justos".
Eis quando às 0.45h, mesmo naquela altura em que se está tipo zombie, que irrompe pelos ares, qual trombeta do apocalipse, o som estridente daquele despertador.
A rapariga antes de o arrumar tinha activado o mecanismo de despertar, o que nos fez saltar da cama como duas molas.
Acho que deve ser mais ou menos isto que fazem na tropa nos chamados "exercícios de prontidão".
E o mais caricato de tudo: ela continuou a dormir ferradinha!

9 Comments:

Blogger mamã Xana said...

LOLOL!
É exactamente assim que me sinto quando durante a madrugada ouço o grito de "Mamãaaaa!". ;)

9/2/07 10:10  
Anonymous mau feitio said...

Marchar marchar!!! Toca a levantar!!!
A tua filhota apenas pensou em ti. Quis dar-te a sensação de uma noite na tropa, é sempre uma experiencia.

9/2/07 11:57  
Blogger Isabel Pinheiro said...

Depois de lidas as histórias só me dá vontade de dar uma valente gargalhada... és realmente um pai babado, mas tens que ter um pouco mais de paciência... :P os miúdos aprontam cada uma...

Olha o meu uma destas noites caiu abaixo da cama... acredita que foi pior do que qualquer despertador...

Continua a escrever assim... ;)

Bjs

Isa

9/2/07 17:03  
Anonymous dianamãe, rafael e afonso said...

ah ah ah ah ah ah ah

ah ah ah ah ah ah

ah ah ah ah

ah ah

ok eu páro de gozar!
mas... ah ah... é que tou-te a imaginar... sobressaltadíssimo sem perceber bem o que era aquele som nem que dia era!!

ah ah ah

afinal os miudos também são à prva de despertadores! viste?

lol

jinhos e bom fim de semana

9/2/07 17:24  
Blogger @Memorex said...

LOLADA!

È só gargalhadas, dormir ferradinha era eu quando os meus pais começaram aperceber da minha "dormitez" tão profunda que nem sequer deram a minima importância.

O despertador barulhento entoou quando me assustei aos pulos e de rompante com a chegada da minha mãe.

Estranhou o tal termo.

Mas, agora, a maravilha tecnológica poderá provavelmente devoler-me o despertador irriquieto, e ofegante!

Um beijo, e bom fim de semana para ambos! :)

Carinhosamente memorex.

P.S-» Que me dera, ingressar nos fuzileiros pois tenho o porte atlético indicado para esta tarefa e para tal não posso devido ao meu handicap auditivo... GRR!

10/2/07 22:58  
Blogger Márcia Santos said...

Teve imensa piada... lol
Com tantas travessuras,daqui a uns anos podes escrever um livro sobre a Mariana.
bjinhos

13/2/07 15:00  
Blogger alice said...

imagina se tivesse acordado???

14/2/07 21:44  
Blogger Cristina said...

As "belas" alvoradas nos escuteiros não te prepararam para qualquer eventualidade? Tsss, tsss... devias estar treinado ;)

Beijinhos e uma forte canhota

16/2/07 09:30  
Blogger Teresa Durães said...

ehehhehe

já me aconteceu!!!

ainda bem que ela não acordou senão o inferno era maior!!

16/2/07 12:58  

Enviar um comentário

<< Home