segunda-feira, fevereiro 18, 2008

Bolas... crescem tão rápido

No passado fim de semana tive oportunidade de assistir a uma palestra de uma das grandes cabeças do nosso país sobre educação e leitura nas crianças. A dada altura o senhor discorreu considerações acerca do festejo do Dia dos Namorados, como sendo uma triste invenção que "obrigava" as pessoas a comprar uma prenda e a ir jantar fora enquanto rezavam para que aquilo passasse depressa. No meu caso a noite dos Namorados é uma forma de nos obrigarmos a tirar um tempo para nós, a deixar os pequenos com os avós e a sairmos para jantar e podermos ter um bocadinho com conversa de adultos, juntamente com os nossos compadres. Embora possa parecer algo banal, no nosso caso, que trabalhamos por turnos, não é assim tão fácil encontrar dias em que de facto nos podemos dar ao luxo de tirarmos um tempo em conjunto. As solicitações vêm do trabalho, dos estudos ou de projectos de voluntariado em que estamos metidos.
Na noite de 13 de Fevereiro ao jantar procurámos preparar a pequena para o facto de no dia seguinte ela ir ficar com os avós um bocado da noite (para o pequeno ainda é mais ou menos indiferente...):
- Amanhã é um dia especial e tu, à noite, vais ficar em cada da avó para o papá e a mamã irem sair um bocadinho.
- É o Dia de S. Valentiiiiiiiiiiiim, mamã, o Dia dos Namoraaaaaaaaaaaaados. E vocês vão namorar?

Ainda hoje não sei se as lágrimas que nos vieram aos olhos foram de riso ou da constatação de como eles crescem (demasiado) rápido...

3 Comments:

Blogger Mãe da malta said...

E sabem tanta coisa que nós nem imaginamos...

18/2/08 18:08  
Blogger Ana said...

de ambos?

xxx

A

19/2/08 10:40  
Blogger lumadian said...

É a primeira vez que aqui visito o seu blog, e muitos parabéns, muito interessante e original.
Quanto a esta postagem, revi-me em quase todo o texto.
É bem verdade, parece que os nossos pequenos já sabem bem mais do que imaginamos.
Cumprimentos e continue assim, serei vitas constante.

20/2/08 23:46  

Enviar um comentário

<< Home