quarta-feira, março 12, 2008

Quem manda aqui?

Ainda me consigo recordar perfeitamente do cuidado que tivemos na decoração da nossa casa, enquanto jovem casal a viver o sonho de finalmente termos o nosso cantinho. A procura, a consulta de catálogos, o andar de loja em loja à procura daquela coisa especial que fizesse com que aquela divisão fosse de facto nossa e não igual à de todos os outros vizinhos.
Lembro-me perfeitamente da cara desesperada do empreiteiro sempre que chegávamos ao pé dele com um "é só mudar mais esta coisinha". Não esqueço os comentários dos trabalhadores que aplicaram os materiais de acabamentos no apartamento: "Ele nunca vai vender isto" (julgavam que a casa ainda não estava vendida) ou então (o melhor de todos) "Isto deve ser para alguns tipos de Lisboa, das Artes ou do teatro".
Hoje continuo feliz pelas opções que fizemos e pelo esforço conjunto para termos a "nossa" casa.
Confesso no entanto que, independentemente de algumas opções menos convencionais que tomámos, nada me preparou para os seguintes elementos decorativos presentes na nossa sala:

(uma casa com direito a túnel de entrada)

(tapete decorativo com uma pequena cidade)

E é por estas e por outras que não consigo deixar de ter um sorriso na cara quando ouço naquelas discussões entre pais e filhos, os primeiros usarem aquele "fortíssimo" argumento de "enquanto estiveres debaixo do meu tecto quem manda aqui sou eu e fazes o que eu te digo".

5 Comments:

Blogger Ana said...

ora eu na sala, tenho um escorrega e um baloiço. Parece-te bem?

Ah e as minhas paredes de um lindissimo castanho-chocolate e sofá beije-de-morrer-de-lindo-que-é, já foram...

subitamente compreendo-te

xxx

A

12/3/08 10:42  
Blogger mamã Xana said...

Por cá uma: mesa do IKEA azul cheia de papeis, livros de pintar, lápis de cor e cera, uma mesa de actividades para o mais pequeno e muitos brinquedos espalhados. :P

Ah! E as paredes do meu corredor ao fim de dois anos, precisam desesperadamente de ver tinta que já não há limpeza que dê conta das dedadas...

Pois, nós compreendemos-te!

12/3/08 11:56  
Blogger TorreDaVila said...

ahahaha!! só isso?? :p ...iso não é nada!

12/3/08 16:57  
Blogger Mãe Feliz said...

Pois, não sei porquê mas esses túneis parecem-me familiares... Será que as marcas de fraldas têm algum prazer sórdido nestas ofertas que dão? É que cá em casa já desesperámos em vãs tentativas de voltar a fechar os túneis e metê-los naqueles saquinhos minúsculos e não foi nada agradável... E agora andamos a tropeçar neles... Cá em casa já não há divisão que resista: a sala tem um cesto de brinquedos dela, um carro de actividades e uma mesa de ferramentas para ele, a cozinha tem mais um cesto com os brinquedos de emergência para a hora da comida, o nosso quarto tem os brinquedos dela da hora do banho e os do berço, o quarto deles nem vale a pena referir e a casa de banho tem um monte de bichos do mar com os quais ele adora brincar na banheira (e nós quando vamos tomar banho andamos a tentar evitar pisar uma tartaruga, um tubarão ou até mesmo uma lula)... é DOSE!!!

15/3/08 04:10  
Blogger anaaaatchim! said...

A minha filhota ainda só tem 13 meses (feitos hoje, no dia do pai), e eu já luto - muito - todos os dias para ter a casa (quase) igual ao que era antes de ela nascer... Para já a coisa parece-me bem controlada, mas não sei se irá ser sempre assim :/

19/3/08 18:11  

Enviar um comentário

<< Home